54 Minerais Descobertos no Brasil

“AS RARIDADES BRASILEIRAS”


GERALMENTE, NOVOS COMPOSTOS MINERAIS APRESENTAM VARIAÇÕES EM SUA COMPOSIÇÃO QUÍMICA OU ARRANJOS DIFERENCIADOS.

Matioliíta: fosfato de sódio, magnésio e alumínio


Nas primeiras fases de resfriamento do magma, são formados os minerais mais simples e homogêneos. Com o decorrer da cristalização, os elementos químicos que não foram utilizados e que são mais raros se juntam numa espécie de ‘caldo’ residual. Depois disso, eles começam a se unir, formando pegmatitos com vários minerais raros como turmalina, berilo, topázio, tantalita, entre muitos outros.
Metais como cloro, flúor, fósforo e boro abaixam o ponto de fusão do líquido atuando como fundentes e deixando-o fluido, facilitando a formação dos cristais. Muitos autores acreditam que esse ‘caldo’ seja rico em silício e metais raros, provenientes de rochas ígneas, quase sempre graníticas.  

A Associação Mineralógica Internacional reconhece 54 minerais encontrados pela primeira vez no Brasil. O professor e mineralogista Daniel Atencio faz análises minuciosas e busca novas espécies minerais. Recentemente, ele descobriu o 54º mineral: a carlosbarbosaíta. O nome é uma homenagem ao falecido Carlos do Prado Barbosa, engenheiro químico e colecionador de minerais. Isso se deve ao fato de que não é possível colocar o próprio nome do descobridor.
Às vezes, a descrição oficial de uma nova espécie de mineral concilia descobertas paralelas. Esse é o exemplo da tupersuatsiaíta apresentada em 2007 e que foi reconhecida graças à união de pesquisadores de 7 países - Áustria, Alemanha, França, Rússia, Austrália, Brasil e Estados Unidos.

Acessem: Galeria de Imagens para ver amostras dos minerais.

Fonte: Pesquisa Fapest Online

0 comentários: